RSS

Assembleia Geral Docente confirma manutenção da greve na UNIFAP

30 ago

COMANDO LOCAL DE GREVE DOS DOCENTES DA UNIFAP

COMUNICADO ESPECIAL DE 30 DE AGOSTO DE 2012

Macapá, 30 de agosto de 2012

Reunidos em Assembleia Geral no dia trinta de agosto do presente ano, no hall da Reitoria da Universidade Federal do Amapá, às 09:00 horas, os docentes da UNIFAP avaliaram o contexto atual da greve, informaram sobre a reunião com os senadores realizada em Brasília no dia 29 de agosto e argumentaram sobre a data do dia 31 de agosto como prazo limite para negociações com os docentes.

Primeiramente a avaliação da greve foi extremamente positiva, visto que, mesmo com todos os ataques do governo os docentes não se renderam e o movimento continua cada vez mais forte. Com a saída de alguns sindicatos o movimento perde uma parcela de sua força, mas, segundo a avaliação da Assembleia, os docentes têm força suficiente para manter e intensificar a greve. Com relação à reunião do dia 29 de agosto com os parlamentares, o que se percebeu foi uma adesão dos senadores aos objetivos do movimento docente. Quanto ao prazo do dia 31 de agosto como data limite de negociação imposta pelo governo, foi mencionado que essa data é simplesmente o prazo para protocolar no Congresso Nacional a previsão do orçamento para 2013, contudo, a previsão pode ser revisada a qualquer momento até o dia 31 de dezembro, dependendo da disponibilidade do governo. O final da greve quem decide é o Sindicato, não o governo.

Colocada em votação o encaminhamento de manter a greve, houve 46 votos favoráveis à manutenção da greve e 1 abstenção. No final da Assembleia foi apreciado um documento protocolado no Comando de Greve Local por um grupo de estudantes da turma de 2008 de Enfermagem, onde vários alunos daquela turma foram aprovados em concursos públicos e necessitam finalizar a disciplina de Estágio Supervisionado, referente ao primeiro semestre de 2012 para estarem mais próximos da conclusão do curso, e assim poderem ocupar o cargo para o qual passaram. A Assembleia avaliou que se fossem favoráveis ao retorno das aulas da turma requerente iriam ser contrários à manutenção da greve, já que para ser retomada qualquer atividade docente seria necessário reabrir o calendário acadêmico. Isso seria desmobilizar o movimento. O que ficou acertado é que o Comando de Greve ficará à disposição dos alunos para contribuir jurídica e politicamente para ajudá-los a resolver essa situação.

A Assembleia Geral terminou às 11:38 horas.

A GREVE É FORTE. A LUTA É AGORA!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30/08/2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: